Vídeos

Visitas

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Imburana de Cambão - APIME se reune com Artesãos em Ibimirim - PE

A Cidade de Ibimirim - PE (320 Km do Recife) é conhecida, entre outras coisas, como a Cidade dos "Santeiros", artesãos que esculpem imagens de santos em madeira. Utilizam a Imburna de Cambão, espécie nativa da caatinga.
A madeira da Imburana de Cambão possui  característica apropriada para o artesanato.

Porém, a Imburana geralmente possui cavidades em seu tronco ou em seus galhos, o que propicia a nidificação das abelhas nativas, sendo uma das espécies da caatinga em que se registra as maiores ocorrências de nidificação de abelhas nativas.

Em razão de grande pressão sobre essa espécie, seja pela demanda do uso de sua madeira para confecção do artesanto, para confecção de colmeias para apicultura e mais recentemente para lenha, a espécie está ficando rara em diversas regiões .

Caminhão de lenha transitando por Ibimirim, vindo da estrada de Floresta indo no sentido do Recife-PE.


A Associação de Santeiros de Ibimirm Arte Santa está preocupada com está situação e propõe um projeto de plantio de 1000 árvores de imburana.
A associação já iniciou a produção de mudas, possuindo aproximadamente as 1000 mudas, necessitando localizar áreas que sejam disponibilizadas para o plantio segundo a Sra. Maria José de Sá




A APIME se reuniu, através da articulação da Sra. Maria José de Sá,  com os representantes da Associação para colaborar na execução do plantio das referidas mudas e explicar sobre a proposta de proteger a Imburana como forma de conservar as abelhas nativas.
Ficou acertado que a APIME levará à reunião do Grupo de Trabalho que discute a Umburana no Recife, a proposta apresentada no sentido de identificar as áreas para plantio, bem como verificar outros apoios para esta iniciativa.

Alexandre (com boné - APIME) reunido com artesãos da Assoc. Arte Sacra de Ibimirim

Um comentário:

  1. Caros amigos,
    Eu também tenho algumas mudas desta espécie, que, diga-se de passagem, é lutadora por natureza. Pois basta cortar um pequeno galho e encostá-lo no chão, pronto, tens uma nova muda.
    Infelizmente, a cultura humana ainda é ir pelo lado mais “fácil” _ há, tem muitas por ai - isso não acaba fácil, não.
    E metem o machado, moto serra e acabam com tudo.
    Parabéns a vocês pela iniciativa, que Deus os ilumine e os multiplique em sabedoria! E que vossos filhos estejam atentos a vocês, para que seja mais verde o nosso futuro!
    Att: Isaac S. Medeiros
    http://www.abelhasdosabugi.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Umburana - "Pau de Abelha" - Proteger a umburana é conservar as abelhas nativas

Umburana - "Pau de Abelha" - Proteger a umburana é conservar as abelhas nativas
Uma jovem planta de umburana de cambão